sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

E Passam Várias Gerações...



(Carta de uma pessoa que ainda não aceita o nosso mundo, endereçada à todos que sentem o mesmo)

Desde que me entendo por gente, tinha sonhos, acreditava que todos eles iriam se realizar e um mundo que eu nunca imaginei ia se abrir pra mim, bom hoje já não sou inoscente o suficiente pra acreditar que as coisas vão acontecer facilmente, vi que as pessoas são más, vi que as pessoas muitas vezes vão passar por cima de tudo pra conseguir o que querem, vi que esse mundo que eu espero tanto se abrir pra mim ainda não chegou e devo dizer que espero todos os dias pra que isso chegue, não quero pensar que o mundo ideal, o nosso mundo seja mesmo esse em que estamos, não estou falando de irmos pra outro planeta, nem de longe é isso que quero dizer, é que será que vale a pena passar por cima dos sonhos das outras pessoas pra conseguir o que queremos? Quantas vezes já perdi coisas que queria muito! Coisas que nem sempre eram materiais, por achar que não posso fazer alguém sofrer e perceber que ninguém que eu conheça (me disculpem aos que eu conheço, mas é verdade) fez o mesmo por mim. Talvez eu não mereça! Talvez o nosso mundo seja realmente dos espertos e quero dizer que se ser esperto significa, magoar alguém, mentir pra alguém, fingir ser alguém, desejar mal pra alguém eu não sou esperto e nem quero ser.
Enquanto ao que eu falei sobre ninguém ter se sacrificado por mim só foi uma observação, não quero ninguém se desfazendo de algo importante pra elas por mim, eu já fiz isso algumas vezes e devo dizer que não recomendo isso pra ninguém, acho que até me arrependo em algumas ocasiões, mas é a vida! Se é que isso é a vida de verdade. Sei que muita gente luta muito pra conseguir o que quer e mesmo essa luta incessante pela vitória não ultrapassa o limite do respeito, pessoas que conseguem o que querem sem derramar uma gota de sangue ou lágrima, pra mim são as que conseguiram de verdade, eu estou lutando muito pra conseguir tudo que eu quero, mas sei que a mais importante eu já perdi e talvez nunca vou recuperar e olha que comparado à atuar e ser músico (que são meus sonhos desde sempre) é bem mais recente e o que perdi mais rápido. Sei que o tempo apaga tudo e que depois de alguns anos tudo muda e na minha vida sempre muda quase de mês em mês, não que mude certas coisas, mas sei com certeza que por mais que tenha mudado de um jeito que eu nem queria, até que estou feliz, não fiz nada de errado e ainda posso lutar, ainda tenho uma lista de sonhos e o segundo item da lista é não ter mais medo de nada e acho que posso marcar como tarefa cumprida embora esse item tem que ser monitorado periodicamente, pois, as críticas que vão cair sobre mim e sobre todos que marcam como cumprido esse item são muitas vezes pesadas, a culpa disso é das classes que nos botam, ser popular ou nerd ou outras classes, a verdade é o que se julgam melhores, nunca fazem nada e quando vêem alguma coisa criticam, mas isso é completamente aceitável, cada um tem sua filosofia. Esse post foi pra alertar as pessoas que o tempo passa, e como dito no começo eu acreditava em muitas coisas quando era criança e acordei depois de cair algumas vezes, as coisas não são fáceis mas nem por isso devemos desistir, não precisamos passar por cima de ninguém, afinal quando você conseguir o que quer sem magoar alguém é bem melhor e se precisa magoar alguém é por que não é pra ser.

Então galera, nem me reconheci nesse post, é quase uma psicografia né? Mas não é! Quem curtiu esse post pode deixar um comentário e quem quiser me segue no Twitter @yoohx e vamos trocar uma idéia, beleza?

Nenhum comentário:

Postar um comentário