domingo, 1 de maio de 2011

Memes!




O que são os "memes"?
"Um meme, termo cunhado em 1976 por Richard Dawkins no seu bestseller O Gene Egoísta, é para a memória o análogo do gene na genética, a sua unidade mínima. É considerado como uma unidade de informação que se multiplica de cérebro em cérebro, ou entre locais onde a informação é armazenada (como livros) e outros locais de armazenamento ou cérebros. No que diz respeito à sua funcionalidade, o meme é considerado uma unidade de evolução cultural que pode de alguma forma autopropagar-se. Os memes podem ser ideias ou partes de ideias, línguas, sons, desenhos, capacidades, valores estéticos e morais, ou qualquer outra coisa que possa ser aprendida facilmente e transmitida enquanto unidade autônoma. O estudo dos modelos evolutivos da transferência de informação é conhecido como memética.
Quando usado num contexto coloquial e não especializado, o termo meme pode significar apenas a transmissão de informação de uma mente para outra. Este uso aproxima o termo da analogia da "linguagem como vírus", afastando-o do propósito original de Dawkins, que procurava definir os memes como replicadores de comportamentos.
Ainda que tal possa surpreender alguns defensores da memética, conceitos similares ao de meme antecedem em muito a proposta de Dawkins, ocorrendo por exemplo no ensino Sufi, segundo o qual os Muwakkals são considerados como entes autônomos e elementares que constroem o pensamento humano.
A chave de todo ser humano é seu pensamento. Resistente e desafiante aos olhares, tem oculto um estandarte que obedece, que é a ideia ante a qual todos seus fatos são interpretados. O ser humano pode somente ser reformado mostrando-lhe uma ideia nova que supere a antiga e traga comandos próprios.
—Ralph Waldo Emerson"
(Fonte: Wikipédia)
Entenderam? Pois é com essa ajuda do Wikipédia nem eu entendi!
Para não dar voltas e mais voltas nesse assunto, basicamente "memes" são caricaturas extremamente mal feitas (dignas de qualquer criança do pré-escolar), que quer passar uma mensagem (muitas vezes repetitiva) que pega fácil e seja  compreendida (ou não) por quem está lendo.
Diversas dessas imagens são de fundo mais preocupante como o "Pedobear" que não acho que seja muito engraçado visto ao que se refere e outros são extremamente inúteis em mensagem subliminar feitos somente para um humor vazio (ou negro, na maioria das vezes).
Entre eles estão os "trollfaces", "fuus", "pokerfaces", "megustas" e muitos outros que simplesmente estão aí pra provocar e chamar a atenção para os autores de tais desenhos, fazendo com que os mesmos fiquem famosos (durante 30 minutos).
E tais "caricaturas" provocam risos até na mente mais evoluída e por qual motivo? Ninguém sabe disso, desenhos totalmente não profissionais e sem técnica são engraçados... Então pessoas que estudaram anos para desenhar bem, hoje em dia, nada disso importa, eu posso colocar uma criança de 4 anos para desenhar pra mim e de repente ele está ganhando mais que os autores de quadrinhos nacionais e internacionais.
Para não parecer que eu não gosto deles, devo confessar que passo horas lewndo e rindo litros com eles, porque por mais idiotas que sejam, as situações mostradas nas tirinhas são tipicamente do nosso cotidiano.
Vou falar um pouco sobre alguns deles.

Troll: O famoso zoador.
Fuuu: Se você se ferrou (pra não dizer se fudeu!), ele é figura certa.
Fuck Yea: O fodão! Sem mais, estilo Felipe Neto e Chuck Norris, never fail!
Forever Alone: Não, ninguém dá idéia pra ele, ele fica sozinho, o anti-social!

Entre outros "memes" que rolam por aí , a questão é eles estão por aí e vão estar depois que o planeta for destruído (Viajoooooou!) acostumem-se com eles e criem seus próprios, garanto que é fácil.

Curtiram o post? Conhecem mais algum meme? Deixe sua opinião logo abaixo e me sigam no > @heyyoblog , vamos trocar uma idéia, quem sabe chegamos à um acordo? Obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário